segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Nas mãos do Pai.

   Me lembro exatamente do último post. Ainda não era 2015 mas eu já estava pronta para viver um ano sem restrições na presença de Deus. Só não imaginaria que as coisas aconteceriam tão rápido.

   Em menos de um mês, Deus está trabalhando na minha vida de maneira completamente nova. Antes do dia 29 de dezembro eu me lembro que Deus falou claramente comigo "Primeiro, eu vou trabalhar com cura." , e aos poucos Ele foi revelando que seria através do perdão.

   Para isso, foi necessário que uma dor, maior do que eu havia passado uns meses antes de novembro chegasse para que Ele pudesse realizar tudo o que diz respeito ao perdão. Pra quem me conhece, sabe que eu e dou bem com muita gente, fujo de qualquer situação que possa causar briga. Mas se tinha uma coisa que me deixava (digo no passado, porque agora mudou tudo) muito triste era a ingratidão por meio daquelas pessoas que amamos. E foi exatamente aí que Deus trabalhou bonito!

    Fiquei mal, fiquei muito péssima, a ponto de me sentir sem forças. Mas com isso, aprendi que preciso usar todo o meu momento de dor para me aproximar mais de Deus, para que assim, Ele pudesse mostrar que a força que vem dele se revela na minha fraqueza (2 Coríntios 12:7-10), pois é aí que vemos o quanto somos dependentes, já que quando estamos muito bem, não precisamos de nada, não é?  
O fato é que nesses momentos, se soubermos entregar tudo para Deus, aprendemos a ser mais humildes, mais apaixonados, mais próximos do Pai. Então estaremos caminhando mais perto do caminho que Jesus deseja para nós.




"Agora estou contente - não por terem se aborrecido, mas porque foram desafiados a mudar. Vocês permitiram que a tristeza os levasse a Deus, não que os desviasse dele. E saíram ganhando, não perdendo.
A tristeza que nos aproxima de Deus age assim. Ela abala nossas estruturas, e nos leva de volta ao caminho da salvação. Jamais lamentamos ter experimentado esse tipo de dor. Mas quem permite que a tristeza o desvie de Deus vive cheio de remorsos, que podem levá-lo a um estado terminal.
Agora digam-me: não são maravilhosos os caminhos que a tristeza toma para nos aproximar de Deus? Vocês estão mais vivos, mais cuidadosos, mais sensíveis, mais reverentes, mais humanos, mais apaixonados, mais responsáveis. Por qualquer ângulo, o resultado foi maior pureza de coração." 2 Coríntios 7:9-11(A Mensagem)

   Tudo aquilo que Jesus conquistou ao dar a sua vida na cruz (perdão eterno, vida, liberdade, total acesso ao Pai, poder em seu nome sobre principados e potestades, poder para realizar maiores obras, dons), tudo para que pudéssemos também ser filhos. Ele já tinha tudo isso, mas ao derramar o seu sangue por nós, nos fez também participantes da sua glória (Romanos 8). Então, tudo aquilo que Jesus passou (seus amigos também foram ingratos com ele no seu momento mais difícil) foi infinitamente maior do que tudo o que podemos passar aqui, e Ele venceu tudo!
Quando eu vejo o quão linda é a mensagem da cruz, no momento em que eu olho para Jesus e todo o seu amor, percebo que mágoas e rancor são perda de tempo. 

   Viver o Amor é perdoar. Minha dor serviu para que o caráter de Cristo fosse mais uma vez revelado na minha vida.

   Nesse dia, em que Ele me mostrou tudo isso, o mesmo ruah, o sopro de vida  que soprou  sobre o exército de ossos secos (Ezequiel 37), soprou vida novamente em mim, tirando todo rastro de mágoa. Hoje estou em paz, livre de qualquer ressentimento, e isso é mais uma vez a misericórdia do Eterno sobre a minha vida. O meu Deus me fortificou, me restaurou!



   Estou muito mais animada para viver tudo, sem reservas, daquilo que Deus sonhou pra mim em 2015. Entendo que Ele está me chamando para uma nova estação, e que para isso é preciso pagar o preço de mais intimidade, mais tempo com Ele. Independente da situação em que estiver passando, Ele é a minha força, o meu foco.

   Sim, essa é a mensagem da cruz!

sábado, 27 de dezembro de 2014

Se joga!

   Quando fiz aniversário, tracei uma meta para todo o ano: RESOLVI PIRAR! Claro que o fato de fazer 22 anos e esse ser um número dedicado aos loucos influenciou e muito minha decisão #JulyanaMística #BrincadeiraBrasil .

Fiquei loira

e linda

Estou aprendendo a andar de skate


   E Deus mais uma vez ministrou algo muito legal comigo.
Há momentos nos quais nossas vidas estão estagnadas e tudo se torna sempre igual, e funcionamos no automático. INCLUSIVE NO NOSSO RELACIONAMENTO COM DEUS. Fazemos orações/rezas/preces sempre iguais ou porque se tornou um hábito fazê-las, assim como ir à igreja, cantar uma música de adoração apenas por cantar, do mesmo jeito que a gente canta a música do comercial ou aquela que acabou de tocar na casa do vizinho.
   Muitas vezes já me peguei fazendo essas coisas. Estando na igreja apenas por estar, orando por orar, cantando porque era a hora de cantar. Vivendo a religiosidade em sua plenitude. E sinceramente achava que estava "tudo zen, tudo bem meu bem". E é aí que mora o perigo. Vamos deixando, assim como essas coisas, que o relacionamento com Deus esfrie, se tornando cada vez mais distante de nós. Até que as receitas de como alcançar o coração de Deus fiquem no fundo de uma caixa junto com os livros do curso de inglês e os do ensino médio.

"O que conta para Deus é quem você é e como vive. Seu culto deve envolver o seu espírito na busca da verdade. Este é o tipo de gente que o Pai está procurando: aquele que é simples e honesto na presença dele, em seu culto. Deus é Espírito, quem o adora deve fazê-lo de maneira genuína, algo que venha do espírito, do mais íntimo do ser." João 4: 23,24 (A Mensagem)

   Imagina que você tem um(a) namorado(a) que faz uma mesa linda para o jantar, deixa tudo com um perfume delicioso, prepara a sua comida preferida e coloca aquela playlist que te agrada do começo ao fim. Lindo, né? Então, no dia seguinte ele(a) faz a mesma coisa: mesa, perfume, jantar, música... e assim em todos os dias: a mesma mesa, o mesmo perfume, a mesma comida, as mesmas músicas. Não sei com você, mas pra mim isso seira um tédio. E com Deus é igualzinho, meu bem!
   Sabe mesmo o que Deus quer? Que você SE JOGUE, PIRE NA PRESENÇA DELE! Que você se relacione com Ele de todo o seu coração! Isso está incluso nas minhas metas desses 22 anos: me jogar completamente, sem medo para os braços do meu PAI! O que vivi nesse ano foi bom demais! Aprendi tanta coisa com meus erros, acertos, coisas sobre o amor, paciência, caráter de Cristo, amadurecimento, aprendi também a cozinhar (sim Brasil: C O Z I N H A R), coisas sobre o trabalho em equipe... Enfim, foi tanta coisa incrível em menos de um ano! Agora eu quero mais! Não quero mais ficar na superficialidade, no leite com pêra. Quero me jogar com tudo naquilo que Deus tem sonhado pra mim. Quero subir cada degrau coladinha com o Espírito Santo, aprendendo sempre. Eu sei que ainda tem muita coisa que eu preciso aprender. Mais coisas sobre amar, humildade, paciência, sabedoria, perdão... 
   Mas é para isso que eu vivo! Para aprender todos os dias com Deus, ser alguém mais parecida com Jesus, em qualquer lugar. Estou pronta para pirar sem medo com Jesus! E você, vai continuar na janela ou vai se jogar no mar de Deus?

"Não sei sobre vocês, mas eu estou correndo a toda velocidade rumo à linha de chegada. Estou dando tudo de mim. Nada de pegar leve. Estou alerta e preparado. Não vou ser apanhado dormindo no ponto. Depois de mostrar o caminho para os outros, nem posso pensar que eu poderia perder." 1Coríntios 9:26,27 (A Mensagem)

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Carta ao Aniversariante.

Hoje escrevo para você.
Desde muito pequena esse dia foi a razão de eu detestar fazer aniversário, já que dois dias antes, era o meu aniversário, e as pessoas não lembravam muito de mim. Bom, hoje graças ao facebook, elas são lembradas. Mas não quero falar sobre o meu aniversário, ele passou. Quero falar de você, para você.



Primeiro quero te pedir desculpas porque até ano passado eu tinha certeza de que o Natal era apenas comércio, que o seu nascimento deve ser comemorado todos os dias. Até que nesse ano eu te conheci melhor, fui te amando mais ainda e aprendendo como é importante cultivar o amor por alguém. Minha vida deu um giro de 360 graus e realmente nos aproximamos com sinceridade, sem segundas intenções. Apenas através do amor.
Com você aprendi coisas tão importantes sobre quem és, o que te agrada, e o que te entristece. Aprendi um pouco mais sobre humildade, uma paz que vai além do nosso entendimento, sobre o seu amor que é tão lindo, mesmo através do maior sacrifício que foi deixar todo o seu poder e se fazer como eu, para amar, ensinar, amar, curar, amar, sofrer injustamente, amar, ser humilhado, amar, morrer, amar, ressuscitar, amar... Já disse "amar"?
Pela sua vida, hoje eu tenho vida em total liberdade, sem culpa de qualquer coisa. Se caminho livre é por sua causa. Muito obrigada. E por te conhecer mais um pouquinho esse ano, de nos aproximarmos mais, é que eu quero cada vez mais estar contigo, aprendendo mais, amando mais. Obrigada por viver em mim, por estar sempre comigo.
É claro que todos os dias continuam sendo seus. Mas nesse Natal percebi como é bom reservar um dia específico para relembrar daquele dia que foi o dia em que o meu amor, o meu salvador, o meu rei, melhor amigo nasceu. Mesmo não sendo o dia exato, é o seu dia! E que bom é fazer aniversário pertinho do seu. A gente sempre acaba comemorando juntos.  E quero estar sempre juntinho de você, até ser uma contigo, assim como és um com o Pai.
Eu te amo, Jesus! Feliz aniversário!

quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Precisamos falar do amor.


Bem, não preciso dizer muita coisa, né?
Esse ano decidi fazer diferente. Não fiz nenhuma promessa, nenhum planejamento mirabolante como adotar uma criança no Suriname com 30 reais por mês (embora pensando bem, não seria uma má ideia) ou emagrecer sei lá quantos quilos. Esse ano eu decidi não planejar nada. O meu único desejo foi ter Jesus no centro da minha vida. E em menos de um mês, vinha vida deu um mega giro.
Nesse tempo, Deus está me mostrando o quanto as pessoas precisam do Seu amor, e o quanto Ele quer se fazer presente na vida das pessoas que ainda não o conhecem. Não apenas daqueles que nunca ouviram falar, mas também para aqueles que só ouviram sobre Deus.
Quantas pessoas eu pude conhecer nessas semanas! Como elas precisam de atenção, de um olhar, de um pequeno gesto de amor. Do verdadeiro amor que vem de Deus, que suporta tudo. Ele é o próprio amor, e por esse amor, precisamos romper barreiras, porque foi por causa de um amor tão grande, que Jesus, deixou toda a glória que tinha pra se fazer um homem comum e morreu de maneira tão humilhante em troca da minha e da sua vida. Louco né?
E é esse amor que Ele deseja que compartilhemos com todos. Nos deu essa missão porque Ele, o amor, habita em nós. Jesus quer nos ensinar a ter o seu caráter, e o ponto mais importante é o amor. Ao viver esse amor, nos tornamos exemplos vivos, e com esses exemplos as pessoas podem perceber o brilho do Espírito Santo em nossa vida.
Deus conta comigo para dar a vida pelo meu irmão (outra coisa louca, Deus que pode tudo tem a generosidade de me deixar participar desse amor e compartilhá-lo), e entende-se "irmão" não só aquele que está na igreja, mas a qualquer pessoa que tenha um coração. Para amar, cuidar, sem me importar se ele está sujo, vivendo na rua ou não. E Ele conta contigo também.


segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Para qualquer momento.

"E todos procuravam tocar nele, porque dele saía poder que curava a todos."
Lucas 6:19


     Procuramos sempre por alguma coisa. Um emprego, alguém que nos faça feliz... Acontece que muitas vezes procuramos as soluções nos lugares errados. E quem nunca se decepcionou? Quando me refiro à decepções, incluo aquela que temos com nós mesmos. Acontece também que depois das decepções vemos que a solução está ali na nossa frente, ou nem sempre vemos.

Tá, mas por que esse versículo com esse assunto?

      Depois de um desabafo intenso com Deus, daqueles em que a gente joga tudo no ventilador, tipo divã mesmo, eu li a passagem que fala sobre o sermão da montanha - que na minha cabeça era muito maior, rs. E bem no começo Lucas fala que as pessoas estavam indo até Jesus "para ouvi-lo e serem curadas de suas doenças." (Lucas 6:18) , e isso realmente acontecia.
Acontecia porque as pessoas reconheceram quem é Jesus e que ele tinha o que eles precisavam. Mais uma vez, é simples.
      Algumas pessoas dizem que eu sou boa em dar conselhos, mas muitas vezes dei alguns conselhos errados (desculpa, gente). Mas o que eu tenho aprendido, e que foi reforçado hoje, é que não se cura um relacionamento que deu errado com outro, de que é certo dar o troco, de que não há mais nada a fazer além de esperar pelo pior, ou que eu sempre erro nas mesmas coisas, e eu sou um caso perdido.
Mas que em toda decepção, em todo momento difícil, Aquele que uma multidão se esforçava para estar perto, para que apenas ao tocar fossem curados, está em todo tempo do seu lado, pronto para te ouvir e cuidar do seu coração. Só basta você conversar com ele. Porque tudo o que Jesus quer hoje é conversar, curar, cuidar de você.

Um beijo, Ju!

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

A lua que eu não vi.

Ontem no céu foi possível ver uma imagem linda da lua com Vênus ao lado. Muitas pessoas compartilharam fotos mostrando como aquela lua estava linda. Até então eu não havia reparado nela, só que eu precisava terminar um trabalho da faculdade e acabei não vendo a lua, mas volta e meia eu saía da cadeira e dava uma espiadinha do lado de fora pra tentar vê-la, mas não consegui. Finalizei o trabalho e fui pra laje da minha casa com a esperança de ver a lua de um ponto mais alto

Cheguei lá e nada... andei de um lado para o outro, abaixei, procurei ângulos inusitados e mesmo assim não consegui ver. Até que eu sentei no chão e só olhei para o céu... E ele estava lindo, completamente estrelado! Parei por uns instantes sem me importar com o ventinho que me deu um pouco de frio (sinto frio a toa, mesmo!) e apenas contemplei aquele céu, agradeci a Deus pela sua imensidão e pela oportunidade de ver aquele céu.

Às vezes queremos tanto ver uma coisa, que não reparamos nas outras ao nosso redor, coisas que estão sempre ali, mas não damos tanta importância assim. As estrelas estão sempre no céu, mas foi preciso que uma lua diferente me fizesse perceber que existem outras coisas além daquilo que desejo ver especificamente.

Eu sei que assim como aquela lua estava ali (mesmo não podendo ver), também existe promessas lindas de Deus para nós. Mas enquanto não a vemos, Deus continua nos dando céus estrelados. E é maravilhoso ver o valor das estrelas todos os dias, porque cada uma é um milagre, é Deus nos mostrando outros motivos para sermos gratos e renovando a nossa fé, de que chegará o dia em que a lua poderá ser contemplada novamente. Basta esperar.

 Foto:  @nad_rb

Beijo, Ju!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Sou a carta de Cristo

Vós sois a nossa carta, escrita em nossos corações, conhecida e lida por todos os homens.
Porque já é manifesto que vós sois a carta de Cristo, ministrada por nós, e escrita, não com tinta, mas com o Espírito do Deus vivo, não em tábuas de pedra, mas nas tábuas de carne do coração.
E é por Cristo que temos tal confiança em Deus;
Não que sejamos capazes, por nós, de pensar alguma coisa, como de nós mesmos; mas a nossa capacidade vem de Deus,
O qual nos fez também capazes de ser ministros de um novo testamento, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata e o espírito vivifica. 
 2 Corítios 3: 2-6



Uma carta tem a por finalidade natural passar uma mensagem, e só é completa se alguém a ler. Nela, passamos recomendações, sentimentos, estratégias... 
 
Paulo, durante o seu ministério, escreveu muitas cartas às igrejas situadas em lugares diversos por onde ele passou. Em todas continham recomendações da parte do Espírito Santo para essas igrejas, algumas de ânimo, outras de exortação, conselhos e até mesmo desabafo de Paulo. Pelas cartas, Paulo chegava onde não podia, ou por estar preso, ou por estar em viagem à outro lugar.

Nesses versículos ele diz que a igreja que estava em Corínto era carta viva, testemunho vivo de Cristo, cuja história era escrita pelo Espírito Santo. Assim como eles também somos assim. Hoje não há mais as cartas enviadas ás igrejas espalhadas. Paulo já as escreveu, mas a vida continua. O Novo Testamento não se findou. Ele acontece todos os dias, o que está escrito são relatos dos primeiros anos. Cabe a nós continuar escrevendo. 

O livro de Atos ainda está sendo escrito. Nós agora somos os personagens de Atos. Nós somos os ministros de Deus, claro que nunca pela nossa capacidade, por cantar bem, dançar bem, ou falar bonito; mas da parte de Deus, pelo Espírito que nos capacita e que escreve diariamente suas cartas em nossos corações.

Ser carta de Cristo não é fácil. Imagina ter sua vida lida por qualquer pessoa? Quando me refiro a ‘vida lida’, não quero dizer aquilo que escrevemos no facebook, twitter, fotos no instagram, ou qualquer publicação em outras redes sociais, onde escrevemos somente aquilo que queremos compartilhar, por mais banal que seja. Sendo carta de Cristo, nossos momentos de alegria, de tristeza, de raiva (aqueles que nós mesmos não gostamos), atitudes, tudo está diante das pessoas que nos observam a todo o momento.

Que responsabilidade ser a carta de Cristo! Mas uma coisa primordial é que nada vem da nossa capacidade. Deus é tão bom que Ele mesmo capacita e escreve, nós somos apenas o canal para que sejamos ministros do Novo Testamento e cartas de Cristo lidas por todos.